SEMTÍTULOSEMDIMENSÕESSEMLIMITESSEM ESPAÇOSEMTÉCNICAESPECÍFICA

SEMTÍTULOSEMDIMENSÕESSEMLIMITESSEM ESPAÇOSEMTÉCNICAESPECÍFICA
"ARTE É TUDO AQUILO QUE OS HOMENS CHAMAM DE ARTE" - Dino Formaggio

6 de jul de 2010

ARTE CONTEMPORÂNEA EM LAGES






VISITE NO SESC - PRETEXTO POÉTICO COM A PROPOSTA: PINTURA EM CAMPO EXPANDIDO.
CURADORIA DE ALENA MARMO E PARTICIPAÇÃO DE ARTISTAS CONVIDADOS.

VISITE http://pinturefemera.blogspot.com

24 de jun de 2010

A AUTORA: TYFANY



A proposta é extremamente criativa. Convoca a interação do público de uma forma tão lúdica, que o "prende" nas "mil e uma" posibilidades de criação, na disposição dos elementos no suporte.
Colorido de um lado e negro de outro. A cor e a mistura de todas elas. As formas geometricas. O desafio de romper com a "rigidez" das formas geometricas, quadradas e retangulares. A contradição; os contrastes; as oposições; os conflitos. as combinações; os rompimentos...
Quem é o artista: Quem propõe? Ou quem explora as possibilidades compositivas ? O artista propositor conta com o público para completar seu trabalho, que não é estático. Que é vivo e tem possibilidades de se trasnformar initerruptamente nas mãos de todos. Então: Todos somos artistas? Quem disse que sim? Quem disse que não? Talvez o mesmo sujeito que interroga: ISSO É ARTE? COMO VOCÊ FARIA?

AS INTERAÇÕES DO PÚBLICO

O HAPPENING

O HAPPENING

O HAPPENING

TYFANY

O HAPPENING



A proposta é muito arrojada e contemporânea. Levar o suporte, materiais e provocações textuais, para fora da sala da aula de pintura e contar com a participação do público. Um happening, um "acontecimento" inédito na universidade. Do público, a surpresa, a dúvida e a interação afinal: Divertida, tímida, sobreposta!
Bem "bolada", a proposta atingiu pelnamente o objetivo: não sobrou espaço no suporte a ser preenchido. Não sobrou tinta nos vasilhames disponiblizados. O público anônimo se expressou. Rompeu com a "autoria" individual da pintura. Rompeu com inúmeros conceitos que permeiam a arte tradicional, e abriu um leque de possibilidades para novas e futuras propostas artísticas. Mais vez, é a arte questionando a si própria e refletindo circunstâncias que a própria contemporaneidade oferece.

JULAINO E FELIPE-PROCESSO

Juliano e Felipe - processo

TYFANY

21 de jun de 2010

ARTE CONTEMPORÂNEA

O TEMPO PASSOU. FIXOU NO PASSADO MUITAS IDÉIAS, MUITAS IMAGENS, MUITOS CONCEITOS, MUITAS POSTURAS E FORMAS DE EXPRESSÃO.
E O QUE TEMOS HOJE NA ARTE?
TEMOS NOVAS EXPERIÊNCIAS, TEMOS LIBERDADE TOTAL PARA CRIAR, TEMOS A VIDA INTEIRA PARA RETRATAR, TEMOS A PLURARIDADE CULTURAL E AS PARTICULARIDADES COMO "MOLAS" INSPIRADORAS PARA EXPRESSAR...!
TEMOS A VELOCIDADE DA VIDA COTIDIANA, A GLOBALIDADE E A TECNOLOGIA...


"Tem gente que não é mais nem a sombra do que um dia foi". Essa foi a idéia geradora do trabalho pictórico. Dupla interpretação, opostas compreensões! De um passado de excelência a um presente estéril. Ou o inverso! De um passado estéril a um presente florescente! De um passado e presente florescente, a um presente de adaptação circunstâncias impostas! O fato é que os questionamentos são muitos e nisso está a interação do público: Na formulação das hipóteses. Nas discussões que a imagem gera. nas concepções que cada um possui e defende como verdadeira. A arte mexendo com o cotidiano dos sujeitos.

11 de jun de 2010

Priscila Tonon

Alguns trabalhos...

Era noite na Oficina

Na Oficina de Arte Vera Melim - Momentos

oficina de arte com materiais naturais na Oficna de Arte Vera Melim

Edi,Mariane e M.Luiza

video

Priscila Tonon

NAO PERCA TEMPO

Denise - processo

Tayla e Tonon - processo

Processo

Glauco Caon - nos fala sobre desenho de animação.



Glauco compartilha conosco suas experiências em desenho de animação.

Juliano e Felipe

10 de mai de 2010

TEMA: ARTE CONTEMPORÂNEA : ESTUDO, PESQUISA E CRIAÇÃO ARTISTICA ECOLÓGICAMENTE SUSTENTÁVEL (GRUPOS FECHADOS).
DATAS:
GRUPO 1: 17 DE MAIO DE 2010 - DAS 19:00 AS 21:30
LOCAL: OFICINA DE ARTE VERA MELIM


JUSTIFICATIVA:

Diante da evidencia dos acontecimentos climáticos do planeta e portanto, da necessidade da conscientização quanto a responsabilidade individual frete a esses fatos, justifica-se o planejamento de oficinas que contemplem essas questões. A arte é um dos meios mais eficazes nesse sentido, por que favorece o despertar da sensibilidade, da criatividade e é uma linguagem expressiva que atinge significativamente tant o propositor quanto o expectador .
Esse projeto visa dar realmente ênfase na questão da preservação ambiental, propondo um fazer artístico altamente sustentável por meio do tema transversal Meio Ambiente. A pesquisa dos materiais naturais desperta o olhar mais consciente sobre os fragmentos da natureza que passam ser "redescobertos" e valorizados por diversidade, beleza, textura, formas e cores.
O fazer artístico, nesse projeto, estuda alguns conceitos importantes que permeiam a arte contemporânea, tais como: a assemblage, e a ressignificação do desenho e da pintura a efemeridade,, perenidade etc. Também, propõe a ressignificação dos espaços expositivos quanto ao tempo e o espaço no contexto histórico da contemporaneidade. Todo o material natural pesquisado e utilizado nas experiências artísticas, deverá ser devolvido à natureza para ser reabsorvido: “Na natureza nada se perde. Tudo se transforma”.

PROCESSO

PROCESSO